Viabilidade e produtividade de milho consorciado com capim-massai para produção de silagem e alimentação de ovinos no Semiárido

Por: Embrapa

No Semiárido brasileiro, os rebanhos são submetidos anualmente a um invariável ciclo alternante de fartura e escassez de forragens (GOMES et al., 2006). A estacionalidade na produção de forragem e a necessidade de se produzir leite durante todo o ano, bem como manter o ganho de peso dos animais de corte obtido no período chuvoso, têm levado aos pecuaristas a adotarem práticas de conservação de forragens, principalmente na forma de silagem (VALENTE, 1997), sendo o milho a espécie forrageira mais utilizada para essa finalidade, pois de acordo com McDonald et al. (1991), a cultura é considerada ideal para ensilagem, já que contém quantidade relativamente alta de matéria seca, pequena capacidade tampão e níveis adequados de carboidratos solúveis para fermentação.

Veja também