Impacto das geadas sobre a produção de laranja em São Paulo trará reflexos sobre as margens da atividade

Por: CNA em parceria com o SENAR e o CIM/UFLA

O frio intenso e as geadas do mês de julho, associado a um cenário de poucas chuvas no primeiro semestre de 2021 trouxeram muitas preocupações para as regiões produtoras de laranja em São Paulo, principal Estado produtor da frutífera. Com base nos dados do Projeto Campo Futuro (CNA/Senar) em parceria com o Centro de Inteligência em Gestão e Mercados da Universidade Federal de Lavras (CIM/UFLA), estimou-se como o possível impacto das geadas de julho, pode afetar em diversos cenários, a produção da fruta em São Paulo.

Áreas de atuação

Fruticultura

Veja também