Sindicato forte para avanço da agropecuária

Por: *José Mário Schreiner

Promover e apoiar ações que modernizem nossas entidades – Faeg, Senar e Sindicatos Rurais faz parte do Planejamento Estratégico 2010/2020 do Sistema Faeg e têm sido nosso objetivo diário. E os resultados são contabilizados positivamente em todas as áreas de atuação da Faeg e do Senar Goiás.

Dentre eles, o Programa Inovação Sindical, criado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural do Brasil – Senar Brasil em conjunto com a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil – CNA, que busca a ampliação da nossa base de representatividade visando o fortalecimento do setor produtivo rural. 

O Programa Inovação Sindical disponibiliza ferramentas como o Índice de Desenvolvimento Sindical – IDS, elaborado em 2010 pela Faeg e integrado ao portfólio do programa para apoiar, orientar e aprimorar a gestão dos sindicatos rurais em todo o país. Os indicadores agregam uma nova forma de avaliação contínua e são aplicados em quatro módulos: Obrigações Legais, Atuação Institucional, Gestão e Prestação e Serviços. Trata-se de um programa ousado e inovador, que auxilia a diretoria de cada Sindicato Rural na elaboração de seu plano de evolução.

Pela heterogeneidade das realidades de cada município e região em nosso país, a estrutura sindical é variável, assim o modelo de avaliação proposto pode ser moldado ao contexto local e, certamente, pode ser o ponto de partida para a evolução dos sindicatos rurais e entidades filiadas ao nosso Sistema.  

Aplicado recentemente em Goiás, o IDS possibilita ao dirigente sindical, um diagnóstico completo, por meio de um questionário que sugere os padrões ideais de uma entidade sindical. Sem dúvida é uma importante ferramenta e temos certeza de que os resultados serão significativos na sustentabilidade das ações do sindicato e no aprimoramento da representação da classe. 

Com uma metodologia simples, a aplicação do IDS requer, no entanto que os participantes se empenhem nas respostas visto que, somente a partir da avaliação (que deverá ser contínua) será possível auxiliar a diretoria sindical na busca pela excelência na representação da classe produtora.

Dentre os resultados esperados estão a modernização das entidades, ampliação do quadro de associados e atendimento das suas necessidades, cumprimento da missão institucional e fortalecimento da nossa representação. Temos certeza de que, nossas entidades atuantes e fortes, contribuirão para o avanço do setor produtivo rural e consequentemente, para o desenvolvimento social, econômico e ambiental dos municípios.

*José Mário Schreiner é produtor rural, presidente do Sistema Faeg Senar Goiás e diretor vice-presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil - CNA

Áreas de atuação

Núcleo Econômico

Veja também

Produtor, neste momento de crise em razão do coronavírus, você não está sozinho. Clique aqui e fale com nossos técnicos.