Pioneiros do agronegócio

Por: ​Flávio Saboya Neto *

Na definição do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural - Senar, parceiro da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil - CNA, a qual estão subordinadas as 27 Federações de Agricultura e Pecuária do Brasil, o Técnico em Agronegócio é um agente de transformação que atua como parceiro do produtor rural, utilizando técnicas inovadoras e sustentáveis, na conquista pela produtividade e lucratividade, com visão empreendedora para a melhoria da qualidade de vida do meio rural.

Este ano, o Sistema Faec/Senar-CE, coloca de forma pioneira no mercado de trabalho, 42 Técnicos em Agronegócio, um feito que por certo, repercutirá positivamente no aumento da eficiência dos mercados agrícola e industrial. 

Por meio de técnicas de gestão e de comercialização, este profissional atuará na execução de procedimentos para planejar e auxiliar na organização e controle das atividades de gestão do negócio rural. 

Na modalidade de ensino à distância, sendo 80% online e 20% presencial, os alunos participaram de uma carga horária total de 1.230 horas com uma duração de quatro semestres, participando também de duas de campo. Além destes 42 técnicos em Agronegócio, mais 300 estão sendo preparados nos quatro polos presenciais do Ceará, localizados em Fortaleza, Cascavel, Quixadá e Quixeramobim. 

Este novo profissional, que ora se insere no mercado do agronegócio terá uma outra função não menos importante que é o de identificar os segmentos das diversas cadeias produtivas do setor agropecuários e avaliar os custos de produção e aspectos econômicos para a comercialização de novos produtos e serviços, esse especialista pode idealizar ainda ações de marketing aplicadas ao agronegócio. 

A participação do agronegócio cearense no PIB do último trimestre de 2017 chegou a 29,67% e no primeiro trimestre deste ano foi de 28,9%, segundo dados do Ipece. Isso se deve às novas tecnologias empregadas no campo e sem duvida, a capacitação dos produtores, o que representa um importante ganho, dai a importância do técnico em agronegócio que agora o Senar coloca no mercado cearense.

*Flávio Saboya Neto presi@faec.org.br Presidente do Conselho de Administração do Senar-CE 

Veja também