Formulário de seleção de cidade

Central de Comunicação // CNA

20/03/2017

Presidente da CNA diz que produtores rurais são vítimas de esquema investigado pela PF

Por Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil - CNA
Presidente da CNA, João Martins, concede entrevista após encontro com o Presidente da República, Michel Temer / Foto: Wenderson Araújo Presidente da CNA, João Martins, concede entrevista após encontro com o Presidente da República, Michel Temer / Foto: Wenderson Araújo

Brasília (20/03/2017) – O presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), João Martins, afirmou neste domingo (19) que os produtores rurais, assim como a população brasileira, são as principais vítimas do esquema descoberto pela Polícia Federal na Operação Carne Fraca.

Martins participou de reunião no Palácio do Planalto com o presidente da República, Michel Temer, com os ministros da Agricultura, Blairo Maggi, e da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, e com representantes da indústria de carne para discutir as consequências da investigação. 

Fiscais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e alguns frigoríficos são investigados sob a acusação de participar de um esquema que liberava produtos adulterados e vencidos em troca do pagamento de propina. Até agora, 33 servidores do órgão foram afastados e três estabelecimentos fechados.

“Os produtores rurais e a população brasileira são as principais vítimas. Como prioridade, o governo deveria dar satisfação e explicações convincentes”, afirmou Martins.  

Segundo o presidente da CNA, o governo também tem que ter firmeza para punir não só os servidores, mas também aqueles da indústria que estão envolvidos com o esquema descoberto pela PF. E que o fato de algumas unidades terem sido atingidas não significa que todo o sistema de industrialização seja frágil. 

“A população brasileira precisa ter a certeza de que está consumindo carne com inspeção perfeita, carne da melhor qualidade possível”, disse.

Sobre a reunião com Temer, Martins disse que o presidente da República mostrou as medidas que tomou, como a punição de 33 servidores e o fechamento de três unidades de produção investigadas pela PF.

O presidente da República também falou, na reunião, sobre as explicações que estão sendo dadas aos países que compram a carne brasileira.

Assessoria de Comunicação CNA 
Telefone: (61) 2109 1419
cnabrasil.org.br
canaldoprodutor.tv.br
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA 
instagram.com/SistemaCNA

Veja também