Central de Comunicação //

11/08/2017

Em Chicago, milho esboça tímida recuperação na manhã desta 6ª feira após perdas recentes

Por Notícias Agrícolas

As cotações futuras do milho negociadas na Bolsa de Chicago (CBOT) iniciaram a sessão desta sexta-feira (11) com ligeiras altas. As principais posições da commodity testavam leves ganhos entre 0,25 e 0,75 pontos, por volta das 8h43 (horário de Brasília). O contrato setembro/17 era cotado a US$ 3,58 por bushel, enquanto o dezembro/17 operava a US$ 3,71 por bushel.

O mercado esboça uma reação após despencar mais de 15 pontos no dia anterior. Ainda ontem, as cotações caíram mais de 3% após o reporte das novas projeções de oferta e demanda do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos). Apesar de ter revisado para baixo a produção e produtividade da safra americana, os números ficaram acima do esperado pelos investidores, o que pressionou os futuros do cereal. 

A produtividade das lavouras americanas ficou estimada em 179,6 sacas por hectare, abaixo do reportado anteriormente, de 180,67 sacas por hectare. Porém, a perspectiva do mercado era de um rendimento médio de 175,7 sacas por hectare. A produção ficou em 359,52 milhões de toneladas. Em julho, o número era de 362,1 milhões de toneladas.

Veja também