Central de Comunicação // CNA

06/08/2018

Depois de uma maratona de inovação, jovens apresentam soluções para desafios do agro brasileiro

Brasília (06/08/2018) – Depois de passarem o final de semana pensando em estratégias para beneficiar os produtores rurais, os participantes da Edição Especial do Programa CNA Jovem apresentaram, no domingo (5), iniciativas inovadoras que poderão ser implementadas para que a agropecuária brasileira continue avançando. 

Divididos em grupos, os 60 jovens atuaram em um processo de inovação para propor soluções para seis desafios prioritários definidos pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar). 

Para o desafio de atuar proativamente na busca de segurança jurídica, os jovens sugeriram o desenvolvimento de um aplicativo para facilitar o acesso à legislação. 

“Entendemos que a ferramenta permitirá que o produtor entenda de uma maneira mais objetiva quais as barreiras do ordenamento jurídico brasileiro, que não se restringe apenas ao setor agropecuário, mas afeta toda a sociedade brasileira”, afirmou Edson Colombo, representante de Santa Catarina, da primeira edição do CNA Jovem.

Diante do desafio de garantir a sustentabilidade econômica da propriedade, os jovens acreditam que é importante desenvolver ações voltadas para a captação de recursos financeiros e promover a legalidade da gestão.  

“Além disso, uma das soluções é a criação de um banco de dados de parâmetro mercadológico de indicadores comparativo de gestão”, explicou o jovem David Schimdt, da Bahia, participante da primeira edição do CNA Jovem.

De acordo com a jovem Izaura Recy, repsentante do Rio Grande do Norte, a Edição Especial do CNA Jovem foram dias intensos para a troca de experiências. 
“Mensurar a aplicabilidade dos conhecimentos obtidos nos cursos do Senar é uma das soluções apresentadas para manter a propriedade atualizada em relação a novas tecnologias” declarou Izaura. 

Outro desafio lançado aos jovens foi a otimização da relação entre os produtores rurais e a indústria. 

O jovem Diogo Shcotten, representante de Santa Catarina, acredita na união entre os representantes desses elos. “O produtor rural precisa da indústria para vender seu produto como a indústria precisa da entidade rural para comercializar. A necessidade é mútua”, declarou. 

O diálogo aberto entre os produtores rurais e a sociedade para reposicionamento do setor agropecuário também é tratado como desafio. 

Para a jovem Stéphanie Ferreira Vicente, representante de Mato Grosso do Sul, é necessário informar melhor a sociedade sobre todos os benefícios gerados pelo setor agropecuário, que é um dos pilares da economia brasileira. “Acreditamos que a sensibilização dos sindicatos patronais por meio de parcerias estratégicas possibilitará a valorização da agropecuária por parte da sociedade”, ponderou. 

As soluções propostas durante a Oficina de Inovação do CNA Jovem Edição Especial serão apresentadas aos sindicatos rurais, produtores rurais e representantes das Federações de Agricultura que participaram da etapa de levantamento de informações em campo para que verifiquem se as inovações atendem aos desafios que enfrentam no campo.

Assessoria de Comunicação CNA/SENAR
https://www.flickr.com/photos/canaldoprodutor/albums/72157699439375794
Fotos: Wenderson Araujo
Telefone: (61) 2109 1419
cnabrasil.org.br
senar.org.br
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
twitter.com/SENARBrasil
facebook.com/SENARBrasil

 

Veja também