Central de Comunicação // CNA

29/08/2017

Coordenadores da CNA falam sobre ITR

Brasília / DF (29/08/2017) - A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil - CNA está empenhada em ajudar sindicatos rurais e produtores na Declaração do Imposto territorial Rural (ITR) e alerta: o prazo para preenchimento da declaração termina no dia 29 de setembro.

Em uma entrevista, os coordenadores do Departamento Sindical da CNA (DESIN), Wilson Brandão, e do Departamento de Arrecadação, Distribuição e Cadastro (DAC), Eliane Brosowski falam sobre o tema. 

A CNA está realizando, pela primeira vez, um treinamento para o preenchimento do ITR?

ELIANE BROSOWSKI – Gestores e técnicos das federações e sindicatos rurais podem receber um treinamento voltado ao preenchimento do cadastro. A ação visa atualizar as entidades em relações às mudanças que são realizadas pela Receita Federal e orientá-los em relação ao ITR.

WILSON BRANDÃO - O treinamento faz parte do portfólio do INOVASIN – Inovação Sindical, portal na internet que oferece cursos voltados à capacitação dos sindicatos de produtores rurais (http://www.cnabrasil.org.br/inovasin). O objetivo é disponibilizar variados cursos para melhorar o nível nos sindicatos e ajudá-los a prestar serviços ao produtor. Ou seja, é importante que essas instituições ampliem o leque de prestação dos serviços para o associado de forma direta.

Vocês já fizeram treinamento em qual estado?

ELIANE BROSOWSKI – Rondônia foi pioneira no nosso curso. O estado também contou com a primeira capacitação sobre Liderança e Gestão. O encontro aconteceu na Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Rondônia – FAPERON, entre 22 e 24 de agosto. 

WILSON BRANDÃO – A capacitação foi de acordo com a metodologia recomendada pelo Programa Sindicato Forte. Dirigentes e colaboradores participaram efetivamente da capacitação com trabalhos de grupos e depoimentos sobre a visão construída.

INTRANET: Porque os treinamentos começaram por Rondônia?

ELIANE BROSOWSKI – O estado foi o primeiro a solicitar o treinamento do ITR. O curso é gratuito.

WILSON BRANDÃO - Qualquer federação pode solicitar os cursos disponíveis no INOVASIN. Todos são gratuitos. Basta entrar em contato conosco pelos contatos disponíveis no portal do Sindicato Forte - http://www.cnabrasil.org.br/paginas-especiais/portal-sindicato-forte .

Qual a importância desse treinamento?

ELIANE BROSOWSKI – Que o produtor tenha respaldo do sindicato na hora de realizar a declaração. Nós damos orientação sobre as Instruções Normativas da Receita Federal, que mudam a cada ano.

WILSON BRANDÃO - É uma reciclagem e atualização dos sindicatos em relação ao ITR. O ideal é que eles não façam a declaração na correria.

Quais as mudanças no ITR deste ano?

ELIANE BROSOWSKI – Neste ano, as alterações são em relação à entrega do documento, que será no dia 29 de setembro e não mais no dia 30. Outra novidade é sobre os imunes/ isentos do pagamento do ITR. Antes eles tinham que entregar a declaração em uma possível atualização. No entanto, agora, só a necessidade do cadastro do Documento de Informação e Atualização Cadastral (DIAC). Outra mudança é para quem vai declarar o imposto a partir deste ano. Agora, não precisa mais atualizar o Cadastro de Imóveis Rurais do Incra (CAFIR).

WILSON BRANDÃO – Também podemos destacar que a Receita Federal está cruzando os dados dos cadastros. A expectativa é que, até novembro, todos os documentos do Incra junto com os da Receita "serão averiguados". Esse cruzamento vai gerar um prejuízo para o produtor rural que não declara o ITR. Se eles acharem na base que tem produtores que não informaram os dados corretamente, o valor cobrado será retroativo.

Veja também