Central de Comunicação // CNA

09/08/2018

Comissão de Bovinocultura de Corte da CNA debate promoção da qualidade do couro verde

Brasília (09/08/2018) – Representantes da Comissão Nacional de Bovinocultura da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) discutiram a promoção da qualidade do couro verde, em reunião nesta quinta (9), em Brasília.

O presidente da Comissão, Antônio Pitangui de Salvo, afirmou que o Brasil tem uma pecuária bovina de qualidade e que o couro verde possui pele fina e é um produto fácil de exportar.

“Nós estamos discutindo com a indústria de couro um caminho melhor para que a pecuária possa ter lucro, tanto na parte dos produtores de couro, como nós pecuaristas, vendedores dessa matéria prima”.

Os integrantes da comissão também debateram a utilização de indicadores de preços de comercialização do boi, já que muitos contratos de compra de bovinos se baseiam no indicador de preço do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea).

A consultora técnica da Associação Nacional da Pecuária Intensiva (Assocon), Juliane da Silva Gomes, explicou que o indicador de São Paulo nem sempre representa a realidade de outros estados, sendo necessário que outros indicadores sejam utilizados em contratos regionais.

“A ideia é que o preço de referência da arroba do boi utilizado seja construído com base nas especificidades das outras regiões, como Mato Grosso, Pará e Goiás”, disse Juliane.

Outro assunto tratado pela Comissão foi a valorização da imagem da carne brasileira, a partir de ações conjuntas com a Associação de Criadores de Nelore do Brasil (ACNB).

“Nós temos um produtor de excepcional qualidade. Nós sabemos produzir muito bem, sabemos criar muito bem e temos um dos melhores manejos do mundo em relação ao bem-estar animal. Mas estamos fazendo pouco marketing da nossa carne, precisamos divulgar esse produto e mostrar que somos diferentes”.

Assessoria de Comunicação CNA/SENAR
Telefone: (61) 2109 1419

flickr.com/photos/canaldoprodutor
cnabrasil.org.br
senar.org.br
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
twitter.com/SENARBrasil
facebook.com/SENARBrasil

Veja também