Central de Comunicação // CNA

06/12/2017

CNA participa da comissão julgadora do prêmio empresa Pró-Ética

Cerimônia de entrega da premiação Empresa Pró-Ética

Brasília (6/12/2017) – A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) participou da comissão julgadora do Prêmio Empresa Pró-Ética 2017 que reconheceu 23 empresas pela adoção de ações éticas nas relações corporativas. A premiação aconteceu na quarta (06) em Brasília. 

O prêmio Empresa Pró-Ética é uma iniciativa do Ministério da Transparência e da Controladoria-Geral da União para a promoção do ambiente corporativo mais íntegro, ético e transparente. 

O Diretor-Geral do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR), Daniel Carrara, representou a CNA na comissão julgadora que, por um período de seis meses, avaliou as boas práticas de gestão, ações anticorrupção e outros requisitos de mais de 300 empresas brasileiras interessadas em adquirir o selo de integridade. É o primeiro ano que a CNA participa da Comissão julgadora compondo um grupo de instituições representantes da iniciativa privada.

Ministro  da Transparência Wagner de Campos Rosário e Diretor-Geral do SENAR, Daniel Carrara

O Diretor-Geral do SENAR afirmou que o Sistema CNA/SENAR/ICNA vai estimular as empresas do agronegócio a se inscreveram na próxima edição do prêmio. 

“O selo Pró-Ética pode trazer benefícios comerciais além de ser fantástico para o currículo da empresa. O Brasil está em um momento de abertura para o mercado internacional. Por isso, todas as avaliações e certificações são importantes e podem representar grande vantagem competitiva no mercado comercial”, afirmou. 

Acesse aqui as empresas que venceram o Prêmio Pró-Ética.

Assessoria de Comunicação CNA/SENAR
Foto: Gilberto Alves/CNI
Telefone: (61) 2109 1419
cnabrasil.org.br
senar.org.br
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
twitter.com/SENARBrasil
facebook.com/SENARBrasil

Veja também