Central de Comunicação // CNA

04/10/2017

CNA e BB apresentam proposta simplificada de renegociação de dívidas à Frente Parlamentar da Agropecuária

Brasília (04/10/2017) – Integrantes da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) conheceram nesta quarta (4) a proposta de renegociação simplificada das dívidas de produtores rurais que vivem na área de atuação da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), construída a partir de uma parceria entre a CNA e o Banco do Brasil.

O presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, João Martins, reuniu-se com o vice-presidente de Agronegócios do Banco do Brasil (BB), Tarcísio Hübner, e executivos da instituição financeira, para apresentar aos parlamentares a proposta que surgiu depois de várias reuniões com a CNA.

Hoje o modelo foi apresentado ao presidente da FPA, deputado Nilson Leitão (PSDB-MT), à vice-presidente da Frente, deputada Tereza Cristina (PSB-MS), além dos deputados Pedro Vilela (PSDB-AL), Arthur Maia (PPS-BA) e Júlio César (PSD-PI), que também preside a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Piauí (FAEPI).

O modelo visa facilitar ainda mais as condições previstas na Resolução 4591, que permite a repactuação de contratos de operações de crédito rural firmados de 2012 a 2017 para produtores no âmbito da Sudene.

Pela proposta, para passivos de até R$ 100 mil, basta o mutuário ir ao banco para pedir a renegociação. No caso das dívidas acima de R$ 100 mil até R$ 200 mil, o produtor, ao solicitar o parcelamento, terá de comprovar a incapacidade de pagamento.

Neste novo método, o BB está dispensando a apresentação de laudos técnicos para comprovação das perdas e não é necessária a decretação de emergência ou estado de calamidade pública do município para adesão. Este modelo também não impede a tomada de novos financiamentos. A Diretoria de Agronegócios do BB está orientando as agências localizadas na área de atuação da Sudene para buscarem a renegociação.

Ainda no encontro, o banco apresentou outras ações relacionadas à renegociação, como a prorrogação de custeios pecuários e da fruticultura, operações de investimento, financiamentos com LCA e linhas de crédito para aquisição de animais e para utilização de energia renovável. 

Participaram do encontro o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária da Paraíba (FAEPA), Mário Borba, o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (FAMASUL), Maurício Saito, o Diretor Geral do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR), Daniel Carrara, o superintendente técnico da CNA, Bruno Lucchi, e o superintendente de Relações Institucionais, Nelson Fraga. Acompanharam o vice-presidente do BB o diretor de Agronegócios, Marco Túlio Moraes da Costa, e o gerente-executivo Álvaro Tosetto.

Assessoria de Comunicação CNA
Fotos: Wenderson Araújo 
Telefone: (61) 2109 1419
cnabrasil.org.br
canaldoprodutor.tv.br
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA

Veja também