Central de comunicação // Artigos

07/12/2017

Agrinho: 15 anos

Por Por Daniel Carrara*

O Programa Agrinho é uma iniciativa de responsabilidade social. Idealizada pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rurak do Paraná (SENAR/PR), o programa, por sua importância, alcançou outros estados  e hoje é desevolvido  em Goiás, Mato Grosso do Sul e Ceará. Há 15 anos, o SENAR do Ceará promove uma transformação social por meio de ações aducativas com a missão de formar a futura geração, principalmente e questões voltadas para a cidadania.

É de fundamental importância abordar esse tema nesse momento em que o Brasil está vivendo grandes mudanças. Formar crianças e jovens e, ao mesmo tempo, compartilhar os conceitos do setor agropecuário, com a força de vontade e a força de produção do setor que mais gera riquezas no Brasil é o mais imortante do projeto.

Daqui a alguns anos, teremos secretários de estados, ministros, advogados e juízes e profissionais que participaram das ações do Programa Agrinho. Grande parte dessas crianças vai poder colaborar com o nosso sistema. Os professores e educadores são os grandes incentivadores desse projeto, porém, é um grande desafio alinhar os conteúdos. Por isso, é importante enfatizar que não existe um Brasil rural e um Brasil urbano.

Temos um único País, que precisa de população formada e educada, produzindo e gerando riqueza para que as futuras gerações sobrevivam com dignidade e renda. O Agrinho tem realizado esse trabalho. Em 2016, foram 1.842.551 pessoas envolvidas nas ações do Agrinho. No Ceará, nesses 15 anos foram beneficiados 2,5 milhões de alunos, 110.997 professores em 17.663 escolas da zona rural.

Daniel Carrara é Diretor Geral do SENAR